A escolha do buquê ideal

      Para produzir um buquê perfeito para o grande dia, não basta apenas juntar as flores mais prediletas de uma noiva. Um buquê precisa ser harmonioso, compor o look com perfeição.  Para isso existem vários tipos de buquês para tipos de noivas distintas, não só em relação ao estilo da noiva e ao vestido, como também o seu tipo físico.

          Dicas sobre como acertar na escolha do buquê na hora do "sim":

 

I - NUNCA SUBESTIME O SEU BUQUÊ! - A maioria das pessoas acha que um buquê é apenas amarrar um maço de flores.  Na realidade a coisa não é bem assim.   O buquê é uma jóia, e portanto, um dos ícones do casamento.    Deve-se lembrar que quando se fala em recordações e fotos do seu nupcial, certamente, o item que vai estar na frente de tudo é o seu buquê.   Portanto, o buquê vai aparecer sempre ao seu lado ou na sua frente.

II - É PROIBIDO A NOIVA DELEGAR A ESCOLHA DO SEU BUQUÊ PARA OUTRA PESSOA. - O gosto na escolha das flores e das cores das flores são peculiaridades de cada noiva.   Cada uma tem admiração por uma cor ou por uma flor específica.   Isto vale mesmo para as decisões tomadas junto à melhor amiga ou à família.

III - E PROIBIDO A NOIVA DEIXAR PARA ÚLTIMA HORA A ESCOLHA OU COMPRA DO SEU BUQUÊ. - Tudo que é feito de última hora corre riscos.   Principalmente para as noivas do Nordeste, que dependem de outras regiões para conseguir as flores  nas suas cores preferidas.     A contratação de um bom profissional deve ser feita com antecedência para garantir o serviço na data prevista.

IV - É NECESSÁRIO QUE HAJA UMA HARMONIA ENTRE O BUQUÊ COM O ESTILO DO VESTIDO DA NOIVA. - Um buquê pode ser comparado a um escudo ou armadura, pois é com ele que a noiva entra na cerimônia religiosa.   Nesta hora, é fundamental que a noiva esteja 100% segura em relação ao vestido e o buquê.

 

V - CONSIDERE A ESTATURA DA NOIVA PARA DEFINIR O TIPO DE BUQUÊ A SER UTILIZADO. - Via de regra temos a seguinte orientação básica: para noivas mais altas e esbeltas o buquê longo tipo cascata seria o mais adequado.   Para as baixinhas, os de formato redondo são os mais indicados.   Mas em certos casos, pode-se adpatar buquês mais longos com traços mais finos para as noivas mais baixas que sonham com um buquê tipo cascata.   Isto vai depender de cada sonho e cabe ao florista resolver de forma satisfatória os desejos de sua cliente.

VI - EVITAR USAR AS MESMAS FLORES DA DECORAÇÃO DA FESTA OU DA IGREJA NO BUQUÊ. -  Se assim for, a impressão que se tem é que o buquê foi produzido com restos de flores da decoração.   

 

VII - EVITAR UTILIZAR FLORES DELICADAS DEMAIS NO  BUQUÊ. - Lembrar que a noiva vai passear entre os convidados durante a festa e a todo momento as fotografias estarão sendo realizadas.     Nenhuma noiva vai querer aparecer nas fotos em que o buquê aparece todo irregular e deteriorado pela falta de resistência das flores, principalmente se as flores forem as HORTÊNCIAS E AS TULIPAS.

 

VIII - EVITAR UTILIZAR FLORES COM PERFUME MUITO MARCANTE. - Neste grupo entram os LÍRIOS.

 

IX - LEVAR EM CONSIDERAÇÃO, DURANTE A ESCOLHA DAS FLORES, SE A NOIVA NÃO SOFRE DE ALERGIA A DETERMINADOS TIPOS DE ODORES E AO PÓLEM DAS FLORES. - Isto vale para o noivo também, e para o pai da noiva, pois ambos estarão com a noiva e com o buquê durante a cerimônia.

X - EVITAR A UTILIZAÇÃO DE GIRASSOL NA PRODUÇÃO DOS BUQUÊS POIS ELES DESFOCAM A ATENÇÃO NA NOIVA. - O girassol é uma planta complicada para utilização em buquês pois produz uma seiva que pode manchar o vestido da noiva antes mesmo dela entrar na Igreja além do que, rouba a cena.

XI - TULIPAS NO CALOR DO NORDESTE SÃO UM PROBLEMA. - Para quem vai casar no Nordeste e não abre mão das elegantes TULIPAS se prepare para casar em ambiente climatizado.   Isto porque a beleza da Tulipa está justamente no botão semi-aberto da mesma.    Basta a temperatura subir que a mesma abre e perde a sua beleza.   Por isso é bom evitar.

XII - BUQUÊ DE BRAÇADA. - Os buquês tipo braçada são utilizados para alongar a silueta da noiva. Este tipo de buquê é indicado para noivas esbeltas, porém pode ser utilizado por noivas com estatura mediana objetivando o ganho de altura.  Este buquê não é indicado para mulheres fora de forma.

XIII - BUQUÊ TIPO CASCATA MÉDIO. - É o tipo de buquê indicado para as noivas que não abrem mão do efeito de queda das flores.  É sem dúvida o mais procurado pela noivas do Rio Grande do Norte.  Pode ser utilizado por vários estilos e tipos físicos de  noiva.  O formato tipo gota é o que mais agrada.

XIV - BUQUÊ TIPO CASCATA GRANDE. - É o tipo de buquê de efeito mais estonteante.  É o buquê das estrelas dos filmes de Hollywood.  É indicado para noivas cujo vestido detem poucos detalhes (rendas e bordados) e grandes decotes nas costas, compondo um estilo mais sexy.  Como a queda das flores passa de trinta centímetros é interessante que esta não esconda  os detalhes do vestido.  Vestidos de noiva com saia lisa ficam perfeitos. 

XV - BUQUÊ REDONDO TRADICIONAL.  -  O formato redondo tradicional pode ser utilizado, desde que, a noiva não tenha busto exagerado.  É o buquê mais utilizado pelas noivas clássicas. 

 

XVI - BUQUÊ REDONDO COM IRREGULARIDADES. - É utilizado, aproveitando-se a irregularidades das flores da composição. Geralmente noivas que optam por esse tipo de buquê são clássicas.  Para noivas classicas com busto exagerando esta é a solução mais indicada.

 

 

XVII - BUQUÊ CASCATA TAILANDÊS by EDS MATTOS - Os buquês tipo cascata tailandês foram criados em meados de 2008 por Eds Mattos.     Nesta época, não existiam buquês no Brasil com flores de orquídeas do gênero Vanda, dessa forma, já com uma produção generosa de flores no orquidário, Eds Mattos mescla orquídeas do gênero Vanda com orquídeas híbridas do gênero Cattleya, em uma forma cônica mais esbelta formada apenas por flores de orquídeas.     A queda do buquê, a partir da pegada varia de 30 a 40cm, dependendo da estatura da noiva.   Como o buquê é esbelto, ou seja, fino e comprido, pode ser ajustado para vários tipos de noiva.    Como acabamento da cascata de flores deslumbrantes, Eds Mattos sempre finaliza com algum tipo de cristal, que pode ser guardado como recordação do grande dia pela noiva.    Para não errar, é necessário retirar as medidas da cintura da noiva, fazendo a devida proporção entre ela e o tamanho da largura do buquê para que este não exerça o efeito indesejado de eclipsar o vestido da noiva.   Quanto à queda, esta deve ser analisada de acordo com a estatura da noiva.    Noivas com vestidos muito detalhados ou bordados devem evitá-lo.   O vestido ideal é aquele mais liso, sem detalhes, principalmente os modelos mais sexy, com decotes nas costas.    Neste tipo de buquê as flores podem formar desenhos sinuosos e interessantes, o que os tornam verdadeiras obras de arte.

XVIII - A CONSERVAÇÃO DAS FLORES DO  BUQUÊ. - Antes de finalizar o contrato do seu buquê, tenha certeza de que as flores serão devidamente tratadas com algum sistema de hidratação para garantir que as flores estejam perfeitas durante a cerimonia e a festa.    Afinal, você não quer que depois de certa hora,  tenha que deixar o buquê de lado nas fotografias porque o mesmo está com cara de que foi feito no dia anterior...

XIX - A FUNÇÃO DO FLORISTA. - Esta dica é talvez a mais importante de todas: o seu florista ou decorador é contratado por você para que o seu sonho se torne realidade, logo, primeiro ele deve ouví-la, e depois de você falar tudo o que gosta e o que não gosta, que deve ser anotado por ele,  o mesmo deve apontar soluções viáveis com os seus respectivos orçamentos.    Por exemplo, é interessante colocar tudo no papel, como por exemplo, o tipo de flor, a cor das flores, quantas flores por arranjo, etc.  Isto evita certos tipos de surpresas indesejáveis no seu grande dia.   Para quem não conhece bem as flores, é interessante visitar alguma distribuidora de flores para conhecer os tipos de flores disponíveis para não confundir por exemplo, ASTROMÉLIAS com ORQUÍDEAS, como acontece muito.   Além disso, cuidado com orçamentos com  valores muito baixos ou brindes, principalmente no KIT NOIVA, afinal o buquê deve ser realizado por um especialista, pois ele fará parte do seu visual e vai marcar para sempre o seu grande dia tanto na memória, quanto nas fotos.   É sempre bom não correr riscos desnecessários.   É mais tranquilo cortar gastos na decoração da igreja, por exemplo, do que desvalorizar a composição do seu buquê.

XX - A ANCORAGEM DAS FLORES (UTILIZAÇÃO DE ARMAÇÃO METÁLICA PARA DAR SUSTENTABILIDADE E RESISTÊNCIA À COMPOSIÇÃO). - As flores do buquê devem der devidamente ancoradas ("amarradas"), se possível com arame utilizado para arte floral, para evitar que a composição se desmanche durante a cerimonia e a festa.   É muito desagradável quando a noiva está se deslocando de um ponto ao outro do festa, preocupando-se em demasiado com a estrutura do buquê.    É sempre bom exigir que as flores estejam bem seguras.   Existem muitos casos em que as fotos da festa mostram o buquê em estado lastimável em primeiro plano na fotografia, com menos de 50% da composição intacta.    No ORQUIDÁRIO EDS MATTOS todas as composições são estruturadas de maneira a garantir a segurança das flores nas criações.

XXI - BUQUÊS PROMOCIONAIS OU DE CORTESIA, NEM PENSAR!!!

- Assim como um estilista desenha, borda, corta e une os tecidos para formar um vestido, o florista também tem o dever de zelar pela qualidade da criação.    Muitas lojas de vestidos oferecem buquês de cortesia para quem aluga os seus trajes.     Nestes casos, antes de fechar o contrato, peça para olhar o resultado e a qualidade do buquê em fotos, para que na hora do nupcial não hajam surpresas desagradáveis.    Há temos atrás, uma pesquisa realizada com noivas que receberam buquês de cortesia constatou que 100% das noivas pesquisadas não gostaram ou o mesmo apresentou problemas na hora do evento.    A principal queixa era no quesito de harmonização das flores e quantidade de flores na composição.      Por isso, não tem jeito, cortes no orçamento do evento devem ser realizados na decoração, ou em outro setor, porém nunca substime o elemento que vai definir o seu visual no dia mais importante da sua vida. 

XXII - O TAMANHO DO BUQUÊ:

Para que o buquê fique no tamanho adequado sem exageiros ou falta de flores é interessante que haja uma relação entre a cintura da noiva e o tamanho da largura do buquê.   Essa relação ou análise deve ser realizada por um profissional experiente que tenha total conhecimento do vestido da noiva.    Neste momento, é preciso estar focado em qual elemento a noiva quer que as atenções estejam voltadas quando entrar na cerimônia religiosa, ou, em certos casos, até elementos que devem ser ocultados pelo buquê.

XXIII - OS CORSAGES OU BOUTONNIERE E AS CORES:

Esta dica é muito importante pois muitos floristas acabam cometendo um erro grave ao produzir o CORSAGE ou BOUTONNIERE do noivo e dos demais homens que se destacam na cerimonia religiosa.   Por exemplo, a cor da flor que vai ser utilizada na lapela deve ser discutida com o noivo para evitar que, por questões de preconceito, ocorra algum constrangimento na utilização do mesmo como a utilização de flores em tons de rosa ou champagne.       Do mesmo modo, certos detalhes como a utilização de fitas ou outras flores devem ser analisados pelos noivos durante o fechamento do contrato.

XXIV - O SIGNIFICADO DAS CORES EM BUQUÊS DE NOIVA OU ARRANJOS DE FLORES:

                      * VERMELHO - O vermelho evoca emoções poderosas simbolizando o amor e a paixão.     Por outro lado, esta cor                                              quente e positiva simboliza a confusão e o perigo.    Pode-se ainda atribuir o vermelho atitudes provocadoras e iradas.

                       * AMARELO - É a cor mais brilhante.    Induz sentimentos de felicidade, segurança e fartura.    A sua claridade e brilho                                     faz parecer que salta aos olhos.    Também pode-se atribuir ao amarelo uma cor que evoca a Primavera e o Verão.

                       * AZUL - O azul é uma das cores mais frescas que existem pois está intimamente ligado à água.    O azul induz a tranquilidade                         e serenidade.

                        * LARANJA - O laranja é uma cor quente por natureza.     É uma cor alegre e acolhedora.    É a cor das chamas de uma                                     fogueira ou a cor típica do outono.

                        * VERDE - É uma cor que remete ao relaxamento, a calma, a suavidade e refrescância.   É a cor mais tranquila.    É também                            uma das cores mais presentes nos arranjos e buquês de noiva.    O verde sempre complementa as demais cores na formação                            de composições florais.

                      * VIOLETA - É uma cor extremamente enigmática, séria e recatada.       Sua beleza se revela intensa e secreta quando utilizada                        em certas composições ao lado do amarelo ou do branco.