Utilização das flores de orquídeas

      Há mais de 3.000 anos, as orquídeas já eram consideradas plantas muito especiais. Dados históricos revelam que o Rei Salomão utilizou flores de orquídeas em ornamentações de festas em seus aposentos reais na antiguidade. Outra frase bem conhecida, que cita as orquídeas como símbolo de nobreza, vem da Rainha de Sabá: “Ao maior dos reis leve um feixe de orquídeas!” Essa sugestão foi dada por uma escrava, quando esta não sabia o que oferecer de presente ao Rei Salomão. As orquídeas são citadas também nos escritos do sábio chinês Confúcio, nascido 551 A.C.:"Ran exala o perfume dos reis!”. “Ran” neste caso, seria um tipo de orquídea endêmica de sua região que exalava forte perfume. “Ran” ou “Lan”, eram os nomes pelos quais as orquídeas eram comumente chamadas nos países das regiões da Ásia. Por volta do ano de 330 de nossa era, um ministro chinês mencionou em seus escritos algumas espécies de orquídeas do gênero Cymbidium e Dendrobium.

      Já no Ocidente o interesse pelas orquídeas era voltado para área medicinal. Teofrasto citou essas plantas em dois de seus estudos conferindo-lhes o nome de “Orchids” que, em grego, significa testículos. Essa orquídea cuja forma assemelha-se a um testículo vegeta às margens do Mar Mediterrâneo, e seus bulbos subterrâneos são os responsáveis pela comparação.

      Na Europa, em meados do século XVII, a busca por novidades em plantas para ornamentação, tanto para jardins como para uso no interior das residências tornou-se uma verdadeira febre.

      Outros estudiosos gregos, no ano 100, descreveram duas orquídeas entre 600 plantas medicinais. Desta forma, as “Orchis” eram tidas como úteis para promover o aumento da fertilidade e virilidade. No século XV já haviam surgido uma longa lista de publicações e folhetos relacionados com orquídeas. Mais tarde, na segunda metade do século XVII foram descritas pela primeira vez as orquídeas tropicais da Ásia.

      Com a grande procura por plantas exóticas ganhando força na Europa, grandes firmas de jardinagem se estabeleceram e, como a venda de plantas tornou-se um grande negócio, essas empresas começaram a mandar expedicionários para os países tropicais da América e Ásia em busca de novidades.

      Dessa forma as orquídeas foram conquistando cada vez mais o mercado de flores no mundo. Como eram flores raras, de beleza diferenciada dos padrões europeus, sempre tiveram o seu lugar de destaque.   Algumas orquídeas eram consideradas verdadeiras jóias, alcançando valores surpreendentes. E assim até hoje, as orquídeas tem um lugar de destaque frente às outras flores, seja pela sua beleza, seja pelo seu perfume, seja pela sua história.